Varicocele

O que é?

A varicocele corresponde à dilatação das veias do plexo pampiniforme, veias localizadas na região escrotal, que confluem e drenam para abdome.

Acometendo até cerca de 20% dos homens em graus variáveis. Ocorre devido ao refluxo venoso, comprometendo quase sempre o lado esquerdo em 80-90% (por questões anatômicas), mas pode ser bilateral.

A localização unilateral à direita é rara e geralmente é secundária a outras patologias. As complicações associadas à varicocele são oligospermia, infertilidade e atrofia testicular.

DIAGNÓSTICO DE VARICOCELE, QUANDO SUSPEITAR?

A varicocele tem como queixa mais comum a dor testicular ou “desconforto em peso” escrotal, que piora ao final do dia. Alguns pacientes referem aparecimento de “varizes” em região escrotal nos estágios mais avançados. O diagnóstico é eminentemente clínico, com anamnese e exame físico. Exames complementares, como a ultrassonografia, podem ser solicitados para descartar outras patologias caso se tenha alguma dúvida quanto ao diagnóstico.

Ao exame físico dirigido para varicocele:

Inspeção: pode ser visível (grau 3)

Palpação:

– As veias varicosas (não visíveis) podem ser palpáveis com paciente em posição ortostática (grau 2). Apresentando textura característica conhecida como “bolsa de vermes”.
– As veias varicosas (não visíveis) podem ser palpáveis em manobra de Valsalva (grau 1).

Classificação da varicocele:

É classificada como:

• grau 1 (palpável somente em Valsalva),
• grau 2 (palpável em posição ortostática, mas não visível),
• grau 3 (facilmente visível).

TRATAMENTO

Normalmente são manejadas conservadoramente com analgésicos e anti-inflamatórios não esteroides.

Varicocele pode ser descoberta em investigação de homens com infertilidade, acredita-se que o procedimento cirúrgico melhore a qualidade do esperma e contribua para a fertilidade.

A CIRURGIA (CORREÇÃO DA VARICOCELE):

Se houver sintomatologia importante de dor e desconforto e/ou atrofia testicular, o paciente deve fazer avaliação anestésica para realizar a cirurgia.

A correção cirúrgica da varicocele é realizada em caráter hospitalar, com raquianestesia e sedação para maior conforto e segurança do paciente. Com internação curta de menos de 24 horas. Muitas vezes opera pela manhã e tem alta hospitalar à tarde.

Há necessidade de repouso relativo por 7 a 14 dias para melhor cicatrização da área operada. Incisão em região inguinal. A utilização de lupas de magnificação ou microscopia cirúrgica ajudam muito nos resultados e minimizam o risco de ligadura arterial (por engano) durante a cirurgia.

A recuperação pós-operatória é relativamente tranquila e o uso de analgésicos e anti-inflamatórios conseguem ótima analgesia e conforto para o paciente.

As informações contidas neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exame e/ou o tratamento médico. Em caso de dúvidas, fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Resp. Técnico - Dr. Fernando Zapparoli • CRM 108928 (SP) • 40021 (MG)

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

onde estamos

BARRETOS

Instituto de Medicina Avançada (IMA)

Avenida 25, 833 (Entre as Ruas 20 e 22)
Centro – Barretos | SP

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

INCA | Instituto do Câncer - Rio Preto

Rua Jaci, 3134 – Vila Redentora
São José do Rio Preto – SP

fale conosco

CONTATO

Para agendamento de consultas, dúvidas, ou sugestões, fale com a gente!

BARRETOS

Instituto de Medicina Avançada (IMA)

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

INCA | Instituto do Câncer - Rio Preto

Open chat