Enurese noturna após os cinco anos requer avaliação de pais e especialistas

Acordar no meio de uma poça de xixi é uma sensação desconfortável para as crianças e um trabalho a mais para os pais. Episódios de escapes durante a noite são normais até os 5 anos, mas depois podem caracterizar enurese noturna. A enurese é uma doença em que ocorre o descontrole urinário durante o sono. É uma condição involuntária e acontece, predominantemente, na infância. Fatores sociais e psicológicos podem interferir no surgimento dessas micções noturnas, sendo os meninos os mais afetados.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), 15% das crianças acima dos 5 anos ainda fazem xixi na cama. Com 10 anos, a porcentagem cai para 5%. Segundo a SBU, qualquer perda noturna regular — uma vez por semana ou algumas vezes ao mês – já pode ser caracterizada como uma enurese noturna. A condição pode estar ainda relacionada a fator genético: se o pai ou a mãe fizeram xixi na cama na infância, o filho tem 44% de chances de apresentar a enurese. Se os dois sofreram com o transtorno, esse índice sobe para 77%.

Além disso, a criança que tem enurese pode ter uma deficiência na liberação da vasopressina noturna (substância que diminui a produção de urina durante a noite), assim como apresentar bexiga pequena para a idade, problemas na estrutura do trato urinário e dificuldade de acordar à noite quando a bexiga está cheia. Para o tratamento, podem ser indicados medicamentos.

Ter um acompanhamento psicológico durante a fase de tratamento faz bem para a criança e sua família. A orientação profissional vai ajudar os pais a ensinarem o filho a lidar com a situação desconfortável que é fazer xixi na cama. O problema afeta a vida social da criança/adolescente, que passa a não querer dormir na casa de amigos e parentes. Os pais devem sempre acolher o filho e ajudar a superar o problema, nunca partindo para o castigo e outras punições sem efeito prático.

Fonte: Jornal Extra

As informações contidas neste portal está disponível com objetivo estritamente educacional. Em hipótese alguma pretende substituir a consulta médica, a realização de exame e/ou o tratamento médico. Em caso de dúvidas, fale com seu médico, ele poderá esclarecer todas as suas perguntas.

Resp. Técnico - Dr. Fernando Zapparoli • CRM 108928 (SP) • 40021 (MG)

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

onde estamos

BARRETOS

Instituto de Medicina Avançada (IMA)

Avenida 25, 833 (Entre as Ruas 20 e 22)
Centro – Barretos | SP

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

INCA | Instituto do Câncer - Rio Preto

Rua Jaci, 3134 – Vila Redentora
São José do Rio Preto – SP

fale conosco

CONTATO

Para agendamento de consultas, dúvidas, ou sugestões, fale com a gente!

BARRETOS

Instituto de Medicina Avançada (IMA)

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO

INCA | Instituto do Câncer - Rio Preto

Open chat