Homem brasileiro falha na prevenção ao câncer, indica pesquisa da SBOC

Alimentos ultraprocessados aumentam possibilidade de câncer, aponta pesquisa
16 de março de 2018
Obesidade eleva casos de câncer, aponta estudo conjunto de pesquisadores
30 de abril de 2018
Exibir Tudo

Homem brasileiro falha na prevenção ao câncer, indica pesquisa da SBOC

De acordo com dados da pesquisa proprietária da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC), aproximadamente quatro em cada dez brasileiros (39%) afirmaram não realizar nenhum exame preventivo. Para piorar a situação, o estudo mostrou ainda que 10% dos homens não se preocupam sequer com possíveis produtos e/ou situações que possam favorecer o surgimento de um câncer.

O resultado dessa falta de interesse é que uma porção relevante do público masculino não muda hábitos simples, que poderiam diminuir muito os casos de câncer diagnosticados no país, e desconhece formas bastante comuns de tumores. Há falta de informação em relação aos tipos mais incidentes da doença entre homens: próstata, pulmão e intestino. Segundo o levantamento da SBOC, cerca de 10% dos homens não conhecem os dois primeiros e 19% afirmaram não conhecer o último.

Além dos exames, outra forma de combate primário ao câncer é ignorada pelos brasileiros: a alimentação, por exemplo, é um tópico sensível para grande parte dos homens. De acordo com o levantamento, 38% dos brasileiros não identificam alimentos embutidos como fatores de risco para o desenvolvimento de tumores. O resultado disso é que 57% da população masculina ainda não evita o consumo de produtos industrializados e 27% não vê relação entre sobrepeso e câncer.

Para completar, um a cada 10 não acha que exercícios físicos ao longo da vida são importantes para evitar a doença. Outro vilão conhecido quando se trata de câncer é o álcool e, novamente, o comportamento dos brasileiros deixa a desejar. Segundo os dados da pesquisa, 32% deles não reconhecem que a ingestão de bebidas alcoólicas pode ser um fator relevante no desenvolvimento da doença e 44% ainda não procuram evitar o consumo de álcool. Pelo contrário: mais da metade dos homens (53%) ainda bebe – sendo que um a cada 4 bebe duas ou mais vezes por semana.

FONTE: PORTAL ES HOJE